Aumenta consideravelmente a rejeição de lagostas brasileiras nos Estados Unidos

 

Fonte: Seafood

Aumento da fiscalização americana este ano pegou exportadores nacionais de lagosta de surpresa

A fiscalização sanitária americana aumentou consideravelmente, sendo que em março deste ano a Food and Drug Administration (FDA),a Anvisa norte-americana, recusou 208 itens distintos de pescado, um aumento de 36% nas rejeições do mesmo mês do ano passado.

Neste contexto,  as lagostas brasileiras foram as recordistas no aumento da rejeição americana. Para se ter uma idéia, a rejeição em março deste ano foi cem vezes maior que o mesmo período do ano passado para este pescado. As lagostas foram rejeitadas após a detecção de um forte odor durante a  realização de teste sensorial pela fiscalização americana. De acordo com Paulo Gustavo, diretor-executivo da Qualimar, os empresários do ramo pretendem receber um ex-agente do FDA para fornecer orientações para melhorar a qualidade do produto atualmente oferecido para a exportação. Saiba mais

Foto: Polícia Ambiental de Mossoró