Get Adobe Flash player

Observe Mais

Apoio

Quem nos Observa

Visitantes online

Temos 26 visitantes e Nenhum membro online

Fonte: Embalaweb

Cresce no mercado a procura por embalagens ecológicas

É o chamado plástico verde ou Polietileno Verde. “O que muda é a fonte da matéria-prima. O plástico verde é obtido através da fonte renovável da cana de açúcar, diferente do plástico comum, que é 100% petroquímico, com base no petróleo”, explica o Engenheiro Mestre em Plástico da Aliança Embalagens, Ricardo Fischer Brandenburg.

O plástico verde tem a mesma aparência e resistência do que o plástico comum, mas pode ser uma grande vantagem para quem quer chamar a atenção no mercado em função do apelo ecológico. “A embalagem passa pelo mesmo processo que uma embalagem normal. O tempo de produção também é o mesmo, dependendo do produto a embalagem pode estar pronta em 10 dias. Em termos técnicos seria o acompanhamento do ciclo da cana de açúcar. A matéria-prima é 100% renovável”, destaca a analista de Marketing da Aliança Embalagens, Priscila Zibell.

O material possui validação, através da medição do Carbono 14. Quanto menos Carbono 14 e mais percentual de PE Verde (Polietileno Verde), mais sustentável é o plástico. “Nossa empresa é uma das pioneiras em Santa Catarina nesse tipo de produto. O material é enviado para um laboratório nos Estados Unidos para receber a certificação, válida mundialmente. A Aliança já oferece esse serviço que poder ser aproveitado por diversos setores”, conclui Priscila.